Asteróide surpresa acabou de passar pela Terra, cerca de 50% mais perto do que a Lua

21866

No inicio desta segunda-feira (9) um asteroide passou esbarrando na Terra, o objeto recebeu o nome de 2017 AG13, com um tamanho equivalente a um prédio de 10 andares. 
O objeto passou em uma velocidade de 16km/s. E passou na metade da distância da Terra e da Lua. 

“Ele se movia muito rapidamente em bossa direção”, disse Eric Feldman, astrônomo da Slooh, uma empresa que divulga imagens e transcrições ao vivo do nosso universo. “Ele passou pela órbita dos planetas Vênus e Terra”, acrescentou ele.

E se ele tivesse nos atingido? Pesquisadores da Universidade Purdue (EUA) inventaram uma espécie de simulador que se chama Impact Earth que examina os possíveis estragos que esse asteroide causaria. Os resultados sugeriram que não seria causado muitos danos. 

Se o asteroide tivesse atingido a Terra, ele simplesmente teria se transformado em pó quando atravessasse a nossa atmosfera. Mas o impacto seria suficiente para liberar 700 kilotons, dezenas de vezes maior do que a bomba atômica se Hiroshima. Mas como isso aconteceria a uma altura muito grande, o som que ouviriamos seria parecido com o que escutamos em um tráfego pesado. 

Segundo especialistas, acontecimentos como esse só acontecem a cada 150 anos. 
Mark Sykes, diretor do Instituto de Ciência Planetária dos EUA, diz que esses esbarrões são bastante comuns. 
Somente para o mês de janeiro é previsto que 38 encontros como estes venham a acontecer, segundo a NASA. 

Fontes: Science Alert Business Insider

Comentários no Facebook
CONTINUAR LENDO