Madrasta de Bernardo é condenada a 34 anos e 7 meses de prisão

(FOTO: RBS TV)

Bernardo Uglione Boldrini, era um menino de 11 anos que foi morto de forma covarde em abril de 2014, em Três Passos, os acusados são, o pai de Bernardo, a madrasta de Bernardo e outros dois réus.

Após cerca de 50 horas  julgamento popular, a sentença foi proferida pela juíza Sucilene Engler Werle no foro de Três Passos.

A madrasta, Graciele, foi condenada a 34 anos e 7 meses de prisão.

O pai de Bernardo, Leandro Boldrini, foi condenado a 33 anos e oito meses pela morte do filho Bernardo.

Comentários no Facebook

Pai de Bernardo é condenando a 33 anos e 8 meses de prisão

Chile proíbe sacolas plásticas