Excursão de alunos de escola pública é barrada em shopping de SP, e a explicação é absurda.

Cerca de 120 estudantes de escolas da zona rural de Guaratinguetá (SP) teve o acesso barrado no shopping JK Iguatemi, na Vila Olímpia, na última segunda-feira (18).  Segundo o G1, os alunos, com idades entre seis e 10 anos, foram ao local ver a exposição ‘Mickey 90 anos’.

Segundo a diretora de uma das escolas, Jozeli Gonçalves,  eles chegaram ao local mais cedo para almoçar em uma rede de fast food. Ao chegarem, uma funcionária da mostra informou  que eles não poderiam acomodar aquela quantidade de alunos e que o local “era considerado de elite”.

“Nós ficamos cerca de vinte minutos tentando mediar a situação, até que acionamos a Secretaria de Educação do município, que articulou com a organizadora da exposição a liberação da nossa entrada.”, disse Jozeli ao G1. O passeio foi custeado pela Secretaria de Educação pelo bom desempenho dos alunos nas aulas.

Em nota, a Secretaria de Educação de Guaratinguetá informou que “repudia racismo e qualquer forma de discriminação, e continua acompanhando e apoiando educadores e alunos nas providências que julgarem necessárias”.

O Shopping JK Iguatemi disse que “o empreendimento reforça que não compactua com a atitude tomada pela colaboradora da mostra e ressalta que trabalha continuamente para que todos os clientes sempre se sintam acolhidos e bem-vindos”.

Qual é a sua opinião sobre o caso? Deixe-nos saber nos comentários abaixo.

Fonte: Bem mais mulher

Comentários no Facebook

“Isto é uma coisa nunca vista”, afirma coordenador da ONU sobre a tragédia em Moçambique.

Não se lamente por envelhecer, é um privilégio negado a muitos!